Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2006

Festas felizes

Quase 6 mil visitas merecem um postal. Boas festas a todos, um Natal cheio de ... tudo.

0000gyze

 

tags: ,

publicado por amazonas às 22:33
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Sábado, 16 de Dezembro de 2006

Até os bichinhos gostam...


Chat
Colocado por nono1970

E esta heim ?


publicado por amazonas às 20:09
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2006

Meninas, babem-se..!

Temos jantar com ele no próximo sábado. Roiam-de inveja.


publicado por amazonas às 17:46
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Terça-feira, 12 de Dezembro de 2006

Uma tarde a três II

Jorge recostou o banco do carro totalmente para trás ficando na posição deitada. A cabeça agora mirava o rabo e o sexo de Sandra que se tinha colocado em posição para se deixar lamber. Maria por sua vez deixa de chupar o pénis, tira completamente as calças apenas ligeiramente rebaixadas e vai para cima de Jorge. Num ápice, pega-lhe no membro e introdu-lo na vagina completamente molhada e escorregadia. Jorge solta gemidos de prazer parando por uns segundos de lamber o clítoris de Sandra, para saborear o momento da penetração.
 

 
Os perfumes dos três misturam-se sob o suor e o calor que reinava no carro. A excitação era incrível, era pura tesão e a vida lá fora era lhes alheia. Aqueles momentos estavam a tomar conta deles em todos os sentidos e nada mais importava.
 
 
 
Jorge ora lambia o clítoris de Sandra ora o acariciava em movimentos suaves e circulares. Da vagina de Sandra começava a escorrer um suco quente da tremenda excitação. Jorge introduz-lhe dois dedos e depois três investindo nela cada vez mais rápido, ritmando com os movimentos de Maria que cavalgava sobre ele e lhe mordia os mamilos. Jorge agarra com as duas mãos nos enormes seios de Sandra e aperta-lhe os bicos duros enquanto recomeça a lambê-la com a língua, mordendo a vulva e o clítoris levando-a à loucura. Ela apoia-se nas costas do branco traseiro e começa a fazer momentos de vaivém sobre a cara de Jorge, quase a vir-se. Este sente o orgasmo nela iminente e roça com mais intensidade, introduz novamente os dedos e move-os para dentro e para fora cada vez mais depressa. A seiva de Sandra escorria sobre a boca dele e finalmente ela pára, arfa e solta a respiração ofegante de quem está a ter um orgasmo. Maria dá umas palmadas no rabo de Sandra que se vem em cima de Jorge gritando “aiiiii, tou me a vir com uma força! Larga Jorge, larga!”- Jorge parou de investir nela e vê a vulva de Sandra em contracções intensas que acompanhavam os seus gemidos. Ela sai de cima dele, estafada e coloca-se ao lado, fechando os olhos.
 

 

Maria e Jorge continuam ambos a fazer amor intensamente esquecendo-se de Sandra. Jorge coloca as mãos sobre as nádegas de Maria e ajuda-a nos movimentos em vaivém, percorre-lhe as costas e puxa a cabeça de Maria para ele, beijando-a no pescoço, nas orelhas espalhando nela o cheiro de Sandra. Jorge está a segundos de gozar e levanta as ancas para cima e para baixo investindo ele em Maria enterrando-se cada vez mais nela e com tanta força que o pénis tocava no clítoris interagindo com ele, vibrante, forte. De cada vez que ele entra nela, ela senta-se com força e aperta as coxas. Jorge transpira e o seu rosto contorce-se num misto de dor, prazer e atinge o orgasmo tão intensamente que também solta gritos antes de fechar os olhos.
 

Maria dá mais umas investidas, sente a seiva a escorrer dele e delira de prazer, saboreia cada sensação de Jorge dentro dela, continua com as estocadas no pénis e tem um orgasmo infernal, quente, gemendo de prazer e caindo sobre o ventre de Jorge. As coxas estão doridas da posição e arfa consoante as contracções. Quando acalmam, sai de cima dele e recosta-se no banco. Sente a mão de Sandra a afagar-lhe o cabelo e a murmurar “caramba, foi incrível.”. Maria ri-se assim como Jorge, olham uns para os outros enquanto descansam.
 
Foram sensações deliciosas nessa tarde de gozo a três.
 
 
 
tags: ,

publicado por amazonas às 10:48
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Quinta-feira, 7 de Dezembro de 2006

Uma tarde a três I

Já estava combinado há um tempo que a Maria e a Sandra iam tomar café com o Jorge. O dia chegou e os três cumprimentaram-se efusivamente num alegre ambiente e prazenteiro. Sentiam-se completamente à vontade, conversando sem tabus, o que originou entre eles um clima de cumplicidade inebriante. Jorge tocou instintivamente na mão da Maria e houve entre eles um estremecimento. Sandra notou e olhou para ambos divertida. Então como que a querer entrar na festa entrelaçou a mão na do Jorge e outra na da Maria e ficaram assim os três olhando uns para os outros e sentindo a atracção que os envolvia.
 
 
Os sentidos despertaram e Maria fica ruborizada com a excitação:
- Vamos embora daqui…
Assentiram os três, pagaram a conta e saíram. A caminho do carro de Jorge, beliscavam-se, davam uns beijos, umas palmadas, perante os olhares curiosos de alguns transeuntes que iam passando.
- Vamos os três? – Perguntou Jorge evidenciando também uma certa excitação nos olhos.
Maria e Sandra concordaram de imediato. Aproximava-se uma experiência intensa e excitante e ambas já há muito que trocavam impressões sobre o Jorge, que conheciam bem e que não era de descartar, atraente de corpo, um sorriso arrebatador e um sentido de humor apurado.
 
Maria sentou se à frente com Jorge e Sandra foi atrás. Jorge arrancou e estacionou num lugar mais discreto a dois quilómetros enquanto ia acariciando Maria no meio das coxas e Sandra rodeava o banco de Jorge tocando-lhe nas virilhas e sentindo o membro erecto.
Jorge beijou Maria com sofreguidão introduzindo a língua na sua boca e jogando com a dela. Sandra aproximou-se e acaricia os cabelos de ambos e Jorge vira-se para ela beijando-a também. As carícias, a saliva e o desejo misturam-se. Os bicos dos seios de Maria endurecem e Jorge aperta-os suavemente. Desabotoa-lhe o botão das calças e baixa-as o suficiente para lhe tocar dentro da tanga. Maria encontra-se húmida e quente. Sandra atrás, recosta-se e observa, enquanto levanta a saia e coloca a mãos dentro das cuecas para se acariciar.
 

 

Jorge acaricia o clítoris de Maria e esta geme loucamente e aperta as coxas. Entretanto muda de posição e abaixa-se sobre Jorge. Ele coloca então a mão pelo rabo de Maria e introduz dois dedos na vagina. Maria por sua vez descobre o membro duro de Jorge e chupa-o avidamente.
 
 

 

Subitamente, Sandra muda de posição e coloca-se de gatas no banco de trás e o mais chegada possível para a frente. Jorge começa a lamber-lhe o clítoris enquanto continua a investir com os dedos na vagina de Maria que por sua vez abocanha avidamente o pénis de Jorge. Os vidros do carro embaciam completamente protegendo-os. Os gemidos ecoam lá dentro, e as respirações aumentam com o calor no interior. Jorge despe o pólo e deixa a descoberto um corpo sensual e macio.
 

continua...

 
tags: ,

publicado por amazonas às 12:47
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 4 de Dezembro de 2006

Rapadinhas vs Cabeludas

Relatos verídicos:

"A primeira vez que ia fazer amor com a minha namorada, em casa dos pais dela que estavam numa festa, fomos para a cama dela. Estava tudo nos conformes, sem pressas, e com preliminares prolongados. Eu sabia que ela era virgem e o facto causava-me preocupação. Estou muito apaixonado por ela. Mas nesse dia, quando lhe despi as cuecas e a vi totalmente rapada, perdi a tesão toda e fiquei enojado. Pensei logo que era alguma doença embora ela me dissesse que o tinha feito porque vira um filme e pensou que eu ia gostar. Não fui capaz de consumar o acto e tive de me ir embora"

 

"tenho uma vida sexual razoável, e já tive duas namoradas. Há uns tempos para cá apaixonei-me perdidamente por uma rapariga linda que vi num bar e comecei a falar com ela. Após duas saídas fomos para a cama e ela disse-me que era virgem. Eu sosseguei-a, afirmando que ia ser meigo para não a magoar. Despi-a devagar e quando lhe tirei a tanga perdi completamente a vontade. A erecção foi-se de vez perante a floresta que via na minha frente. Pedi-lhe desculpa e disse-lhe que me lembrei de um compromisso e saí."

 

É sabido que nós mulheres, gostamos de agradar aos homens, agora prever que nos aconteça uma destas situações melhor será prevenir e optar por uma forma intermédia destas duas e arriscarmo-nos apenas a um ligeiro torcer do  nariz do parceiro. A depilação é dolorosa nestas partes mas parece ser moda. A preguiça também. De qualquer modo é mesmo uma questâo de gostos e há homens que gostam mesmo de as ver peludas. Serão muitos? Curiosidade...

tags:

publicado por amazonas às 17:57
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito

.Ariana e Athena

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Festas felizes

. Até os bichinhos gostam.....

. Meninas, babem-se..!

. Uma tarde a três II

. Uma tarde a três I

. Rapadinhas vs Cabeludas

. Sem ideias...?

. Hoje mato-te a fome

. Cinto de castidade

. Um beijo

.arquivos

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.Dezembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
14
15

17
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.pesquisar

 

.subscrever feeds